Página Inicial







Nigéria: Dezenas de mortos em novos atentados
19 de Junho de 2012

Pelo menos 35 cristãos morreram durante nova onda de atentados contra igrejas no norte da Nigéria. Outros 11 muçulmanos terão sido abatidos logo após os ataques, em represálias lançadas por jovens cristãos.

 

Os ataques, coordenados contra três igrejas nas cidades de Zaria e Kaduna, foram realizados por bombistas suicidas.

 

Os ataques a igrejas tornam-se comuns na Nigéria, sobretudo ao Domingo, quando estão cheias, e já fizeram centenas de mortos ao longo dos últimos meses. Os atentados foram reivindicados pela seita islamita Boko Haram, que pretende implementar a lei islâmica naquele país.

 

A Boko Haram também assumiu a responsabilidade dos atentados com arma de fogo contra igrejas há três domingos consecutivos: Bauchi (03 de junho), Jos e Bui (10 de junho).

 

Os ataques desta seita fizeram já mais de 1.200 mortos desde 2009, segundo o chefe do Estado-Maior do Exército nigeriano, Oluseyi Petinrin.

 

Os terroristas divulgaram ainda uma ameaça contra todos os cristãos do país. O comunicado, redigido na língua local Haoussa sob o título «Mensagem dos Jihadistas», ordena os cristãos nigerianos a «converterem-se ao islão ou considerarem que a guerra está declarada».

 

O texto adverte também as forças de segurança, a dizer que as suas famílias serão igualmente visadas, do mesmo modo como dirigem as suas armas contra os membros da seita.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados