Página Inicial







Vaticano: Papa diz que renúncia não significa «abandonar a Igreja»
25 de Fevereiro de 2013

Bento XVI recitou no domingo, 24 de Fevereiro, a oração do Angelus, a última do seu pontificado, e afirmou que a sua renúncia não significa «abandonar a Igreja».

 

«O Senhor chama-me a ‘subir ao monte’, a dedicar-me ainda mais à oração e à meditação, mas isto não significa abandonar a Igreja: se Deus me pede isto é precisamente para que eu possa continuar a servi-la com a mesma dedicação e o mesmo amor com que o fiz até agora, mas de um modo mais adequado à minha idade e às minhas forças», disse o Papa.

 

O Papa ainda agradeceu em várias línguas as orações e as manifestações de apoio que tem recebido: «Queridos peregrinos de língua portuguesa que viestes rezar comigo o Angelus: obrigado pela vossa presença e todas as manifestações de afeto e solidariedade, em particular pelas orações com que me estais acompanhando nestes dias. Que o bom Deus vos cumule de todas as bênçãos», declarou aos fiéis de língua portuguesa.

 

Em conclusão, o Papa voltou a deixar uma palavra de gratidão pelo «afeto e a partilha, especialmente na oração, deste momento particular» para si e para a Igreja.

 

«Obrigado, estamos sempre próximos na oração», concluiu.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados