Página Inicial







RD Congo: Pacto histórico para acabar com a violência
25 de Fevereiro de 2013

Onze países firmaram um acordo como parte de uma nova estratégia para colocar fim à violência na República Democrática do Congo. Ban Ki-moon, Secretário-geral das Nações Unidas e que esteve presente na assinatura do Quadro de Paz na capital da Etiópia, definiu o acordo como um «pacto histórico».

 

Os onze signatários se comprometem a não intervir em conflitos ocorridos em países vizinhos e não apoiar grupos rebeldes. O acordo também propõe uma série de reformas para restaurar o Estado de direito no leste da RDC, onde as instituições governamentais são fracas.

 

Neste novo esforço para trazer estabilidade ao país e a Região dos Grandes Lagos, estão envolvidos a República Democrática do Congo e nove países com os quais compartilha uma fronteira (Angola, Burundi, República Centro-Africana, República do Congo, Sudão do Sul, Tanzânia, Ruanda, Uganda e Zâmbia) mais a África do Sul. Nenhum dos grupos rebeldes que operam na região participaram do acordo.

 

Duas décadas de violência na RDC tornaram o conflito no mais mortífero depois da Segunda Guerra Mundial, matando cerca de cinco milhões de pessoas.

 

Com informações de «Mundo Negro Digital».



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados