Página Inicial







Chile: Premiado trabalho da Igreja com presidiárias
20 de Março de 2013

Trabalho da Igreja chilena no apoio às mulheres presas foi reconhecido e premiado pela organização «Comunidad Mujer» que a cada ano galardoa trabalhos em favor das mulheres.

 

O prémio foi entregue a Nelly Leon, responsável pela Pastoral das prisões do Centro Feminino de San Joaquin. Premiada por ser a criadora da Fundação «Mujer Levantate» (Mulher, levanta-te), que defende as mulheres presas em cárceres.

 

No campo dos direitos humanos e da violência contra as mulheres um prémio foi atribuído à advogada Paulina Maturana Vivero. Foi também reconhecido o compromisso social da empresária de Antofagasta, Rosa Esther Salazar, proprietária de uma fábrica de roupas de protecção para os mineiros, que ofereceu trabalho a 100 mulheres no cárcere de Antofagasta.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados