Página Inicial







Vaticano: Deus não se cansa de perdoar
18 de Março de 2013

«Deus não se cansa de perdoar! Nós é que nos cansamos de pedir perdão», disse o Papa Francisco após a oração do Angelus, no domingo, 17 de Março.

 

O Santo Padre recordou a este respeito a passagem da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima por Buenos Aires, em 1992, e a conversa que teve com uma «avó», uma idosa com mais de 80 anos, a respeito dos pecados.

 

«O Senhor perdoa tudo. Se o Senhor não perdoasse tudo, o mundo não existiria», referiu.

 

Francisco retomou a ideia central da homilia que tinha apresentado horas antes na missa dominical a que presidiu na paróquia de Santa Ana, no Vaticano, sobre a misericórdia de Deus.

 

«O rosto de Deus é o de um Pai misericordioso, que tem sempre paciência. Já pensaram na paciência de Deus, na paciência que tem com cada um de nós?», perguntou.

 

A intervenção papal, com várias passagens improvisadas, partiu do episódio relatado pelos Evangelhos sobre uma mulher adúltera que Jesus salva da morte.

 

«Não ouvimos palavras de desprezo, de condenação, mas apenas palavras de amor, de misericórdia, que convidam à conversão», explicou.

 

O bispo de Roma, que é argentino, lembrou ainda que as origens da sua família são italianas, sublinhando, no entanto, que «nós fazemos parte de uma família maior, a família da Igreja, que caminha unida no Evangelho».

 

Despedindo-se dos fiéis, Francisco disse palavras ainda mais simples: «Bom domingo e bom almoço!».



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados