Página Inicial







Mali: Insegurança continua a provocar deslocamentos
29 de Abril de 2013

O «Escritório das Nações Unidas de Assistência Humanitária» (Ocha) disse que a insegurança e a falta de recursos continuam a provocar movimentos populacionais internos no Mali.

 

A entidade refere que nas cidades nortenhas de Gao, Timbuktu e Kidal a situação é mais preocupante. Pelo menos uma em cada cinco famílias enfrenta carência alimentar grave.

 

Vários centros urbanos da região estiveram sob o controlo de rebeldes islamitas, antes de serem recuperadas como resultado da ofensiva militar governamental apoiada pela França, iniciada em janeiro deste ano.

 

Até março, pelo menos 37,9 mil pessoas abandonaram as suas casas e destas, 62 por cento saíram do norte. Estima-se que os países vizinhos acolham mais de 173 mil malianos.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados