Página Inicial







Quénia: Próximo presidente pode ser julgado pelo TPI em Julho
8 de Março de 2013

O «Tribunal Penal Internacional» (TPI) informou na quinta-feira, 7 de Março, que irá adiar até 9 de Julho o início do julgamento do vice-primeiro-ministro do Quénia.

 

Uhuru Kenyatta, que vai à frente na corrida presidencial queniana, é acusado de crimes contra a humanidade, mas nega as acusações.

 

O candidato tinha na manhã desta sexta-feira uma vantagem que poderá garantir-lhe uma vitória à primeira volta nas eleições presidenciais, estando marcada para hoje a divulgação dos resultados definitivos.

 

Após contabilizados pouco mais de 9,3 milhões dos boletins de voto, de um universo de 14,3 milhões eleitores inscritos, Uhuru Kenyatta contava com 4,7 milhões de votos, dispondo de uma vantagem de cerca de 700 mil votos face ao seu adversário directo, o primeiro-ministro cessante, Raila Odinga.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados