Página Inicial







R. Centro-Africana: Líderes religiosos denunciam sofrimento
8 de Março de 2013

Líderes religiosos de diferentes crenças da República Centro-Africana têm denunciado a situação de sofrimento em que a população vive nos territórios ocupados pelos rebeldes Seleka (Aliança, no idioma Sango).

 

Depois de uma visita conjunta, pediram «esforços» da comunidade internacional para resolver a crise atual. Para o Arcebispo de Banqui, Dom Dieudonné Nzapalainga, o «clima é de resignação e desespero».

 

«Quando você vê todos esses jovens armados, edifícios e casas destruídas, o medo no rosto das pessoas... há um forte sentimento de desolação», referiu o arcebispo.

 

Enquanto isso, o representante da comunidade muçulmana, Imam Layama Kobir, lamenta o perigo que cristãos e muçulmanos estão enfrentando por causa do comportamento de alguns: «São coisas que nos fazem chorar».

 

O grupo religioso, formado por representantes católicos, muçulmanos e da igreja protestante, anunciou que vai realizar uma marcha inter-religiosa para pedir paz na República Centro-Africana.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados