Página Inicial







Síria: Refugiados podem passar de um milhão
4 de Março de 2013

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) alertou que o número de refugiados sírios pode passar de um milhão até o fim deste mês. Atualmente, são 940 mil.

 

Segundo a agência da ONU, somente de janeiro até agora, mais de 330 mil fugiram do país por causa da violência política.

 

A maioria dos refugiados sírios está no Líbano, aproximadamente 317 mil. A Jordânia vem logo atrás com 300 mil, seguida da Turquia e do Iraque.

 

No Iraque, a situação ficou um pouco mais complicada com o fechamento da fronteira em Al-Qa'im. As autoridades iraquianas só estão permitindo a entrada de sírios devido à emergências médicas e reunião de famílias.

 

Egipto, Marrocos, Argélia e Líbia abrigam cerca de 40 mil refugiados. Segundo a agência da ONU, 51 por cento dos sírios que abandonaram o país têm menos de 18 anos.

 

O Acnur disse que uma das prioridades é proteger as crianças e as mulheres contra violência sexual e de género. A agência calcula que elas representam 66 por cento dos refugiados.

 

Outra preocupação do Alto Comissariado é com a verba para cobrir o Plano de Resposta Regional para a Síria. Até agora, o Acnur só recebeu 19 por cento do dinheiro necessário para custear as operações humanitárias.

 

O Programa Mundial de Alimentos (PMA) retomou o envio de comida e assistência humanitária para o sul do país.

 

A meta da agência era levar suprimentos a quase dois milhões de sírios em fevereiro. O PMA também é responsável pelo envio de cobertores, colchões, roupas, produtos médicos e remédios aos necessitados por toda a região.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados