Página Inicial







Mundo: Congo é pior lugar do mundo para ser mãe
8 de Maio de 2013

A República Democrática do Congo (RDC) é o pior lugar do mundo para ser mãe e criar um filho, de acordo com uma pesquisa divulgada pela ONG internacional «Save the Children».

 

No topo da lista de 176 países, como aquele que oferece as melhores condições para a maternidade, o estudo coloca a Finlândia, seguida por Suécia e Noruega. Os dez piores colocados são todos países de África: República Democrática do Congo, Somália, Serra Leoa, Mali, Níger, República Centro-Africana, Gâmbia, Nigéria, Chade e Costa do Marfim.

 

Nessas nações, todos os anos em média uma em cada 30 mulheres morre devido a complicações pós-gestação e uma em cada sete crianças morre antes de completar cinco anos.

 

Entre os lusófonos as posições são as seguintes: Portugal 13º, Brasil 78º, Cabo Verde 81º, Timor-Leste 110º, Angola 123º, São Tomé e Príncipe 129º, Moçambique 138º, Guiné-Bissau 165º.

 

A Save the Children comparou fatores como saúde das mães, mortalidade infantil, educação e salários.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados