Página Inicial







Portugal: Temos um défice de propostas vocacionais
5 de Fevereiro de 2013

A Igreja em Portugal tem um grande défice de propostas vocacionais. A crítica é do responsável pela pastoral vocacional dos missionários combonianos.

 

Para o padre Leonel Claro, há mesmo “medo e alguma vergonha” em lançar desafios aos jovens para seguirem a vida religiosa. “O maior défice é a nossa falta de propostas. Antigamente nas paróquias, o pároco não tinha medo de fazer uma proposta a um adolescente ou a uma jovem se queria ser religiosa. Hoje não, andamos com falinhas mansas, com paninhos quentes. Temos um défice porque não temos uma pastoral vocacional muito implementada”, disse.

 

Segundo o padre Claro, é importante que os católicos sejam dinâmicos na promoção das vocações e não sejam meros espectadores.

 

Encerraram, na Maia, o Fórum das Vocações sobre o tema “Fé, vocação e Evangelização” que teve como pano de fundo a celebração do Ano da Fé lançado pelo papa Bento XVI, mais um grande contributo para a pastoral vocacional em Portugal.

 

A informação é da «Rádio Renascença».



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados