Página Inicial







R. Centro-Africana: Onu condena derrube do Governo
26 de Março de 2013

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou a tomada de poder inconstitucional na República Centro-Africana ocorrida no domingo, 24 de Março.

 

Agências noticiosas dizem que centenas de rebeldes Seleka entraram na capital Bangui, na sequência de combates com forças governamentais como parte da rebelião iniciada em dezembro.

 

As informações das agências referem ainda que o presidente François Bozizé não foi encontrado no seu palácio, após ter sido invadido pela aliança de três grupos armados que o acusa de não honrar o acordo de paz.

 

Em nota, Ban reitera a validade dos acordos de Libreville, negociados pelos Chefes de Estado e de Governo da Comunidade Económica dos Estados da África Central. Para o Secretário-Geral, o pacto continua a ser o quadro mais viável para assegurar uma paz duradoura e a estabilidade no país.

 

Na segunda-feira, a ONU anunciou a evacuação do pessoal não essencial da capital do país, devido ao que chama «contínuo agravamento da situação de segurança após a tomada de controlo do governo por forças rebeldes».

 

Na sua nota, Ban Ki-moon disse estar profundamente preocupado com relatos de graves violações dos direitos humanos, tendo ressaltado que os autores serão responsabilizados.

 

O Secretário-Geral apelou à calma e ao respeito do Estado de Direito no país. Ele disse que a sua representante especial para a República Centro-Africana deve continuar a trabalhar em estreita colaboração com os seus parceiros para ajudar a resolver a crise.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados