Página Inicial







Vaticano: Papa pede que padres sejam pastores, não funcionários
22 de Abril de 2013

Sejam pastores e não funcionários da Igreja. O apelo foi deixado pelo Papa Francisco, na missa que presidiu na Basílica de São Pedro, no Vaticano. Um pedido feito aos 10 novos padres da diocese de Roma, ordenados no domingo, 21 de Abril.

 

«Exercitai na alegria e na caridade sincera a obra sacerdotal de Cristo, determinados unicamente a agradar a Deus e não a vós mesmos. Sede pastores, não funcionários! Sede mediadores, não intermediários», pediu Francisco.

 

O Papa sublinhou a importância de darem atenção aos mais velhos. «Peço-vos em nome de Cristo e da Igreja, por favor, não vos canseis de ser misericordiosos. Com o óleo santo dareis alívio aos doentes e também aos idosos: não tenhais vergonha de ter ternura com os idosos».

 

O apelo do Papa Francisco para os 10 novos padres da diocese de Roma, o mais velho tem 44 anos e o mais jovem 26 anos. Aliás, foi para os jovens que o Papa também falou, na oração Regina Coeli. Francisco interpelou os jovens que integravam os milhares de peregrinos na Praça de São Pedro perguntando qual deles já tinha sentido o apelo para seguir Jesus?

 

Na oração, o Papa falou também sobre a situação da Venezuela, pedindo ao povo e aos responsáveis do país para rejeitarem qualquer tipo de violência e procurarem a reconciliação e a paz.

 

O Papa Francisco não esqueceu também a recente tragédia causada pelo sismo no sudoeste da China, pedindo oração pelas vítimas.

 

No Twitter, o Papa publicou uma mensagem sobre o Bom Pastor e do Dia das Vocações.

 

Em português a mensagem diz: «As minhas ovelhas – diz Jesus - escutam a minha voz: Eu conheço-as e elas me seguem’. Única é a sua voz! Ele nos guia pelo caminho da vida».



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados