Página Inicial







Togo: Jovens africanos rumo ao Sínodo
31 de Janeiro de 2018

O Sínodo dos Bispos dedicado aos jovens, que se celebrará no mês de outubro de 2018, será um momento importante para os jovens africanos: “Nunca antes na história houve um Sínodo para os jovens, um espaço com a criação de estruturas de comunicação que lhes permitam uma ampla margem para se expressarem”, disse o P. Donald Zagore, missionário da Sociedade das Missões Africanas (SMA) a trabalhar no Togo, comentando o tão aguardado evento.

 

“A Igreja está atenta não só aos seus jovens, mas sim a todos os jovens de qualquer credo. Hoje não existe uma instituição, eclesial ou não, que consiga sobreviver no mundo atual ignorando a importância da opinião dos jovens”, afirmou Zagore.

 

“A juventude é um símbolo do futuro. Portanto, fechar a porta para os jovens é sinônimo de morte certa”, insiste o padre Zagore. "O desafio para a Igreja em África é claro: deve acolher estes jovens com os braços abertos, com todas as suas perguntas e todas as suas dificuldades, com uma profunda preocupação em educá-los no discernimento", declara.

 

“Além de uma simples renovação do relacionamento com os jovens, a Igreja quer com este sínodo encontrar sua própria juventude. Um jovem autêntico, nascido da fonte da eternidade, de Cristo. Cristo é a luz para seguir em frente. É nesta luz que a Igreja, em África e em todo o mundo, pode encontrar a juventude com confiança para enfrentar as questões mais difíceis. Em Cristo, embora seja velha, a Igreja sempre mantém sua juventude”, conclui o padre Zagore.

 

 



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados