Página Inicial







Peru: Preparação do Sínodo para a Amazónia
30 de Janeiro de 2018

Presidente da Rede Eclesial Pan-Amazónica (REPAM), Cardeal Cláudio Hummes, divulgou um comunicado sobre o primeiro encontro de preparação do Sínodo para Amazónia em 2019.

 

Os organizadores estiveram reunidos na cidade de Puerto Maldonado, no Peru, entre os dias 19 e 20 de janeiro. Estiveram presentes os bispos delegados de diferentes países como Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana Inglesa, Peru, Suriname e Venezuela. Todos os delegados são membros da Rede Eclesial Pan-Amazónica (REPAM), rede que pertence ao Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM).

 

Esta foi a primeira reunião preparatória para o Sínodo da Amazónia (a realizar-se no mês de outubro de 2019, em Roma), como o anunciou o Papa no final do seu discurso aos Povos Indígenas Amazónicos.

 

“Nos sentimos honrados por ter participado da sessão de consulta, na qual expressamos as inquietudes dos povos que acompanhamos, e os desafios de nossas realidades pastorais. Também valorizamos o sinal de que o processo formal do Sínodo começou em território Amazónico”, declarou o cardeal.

 

O seguinte passo será a elaboração dos documentos preparatórios, como corresponde em todo processo sinodal, mediante os quais os bispos do território amazónico, e seu povo, continuarão sendo consultados. Estes passos seguirão as orientações dadas pelo Papa Francisco, sobretudo na Exortação Apostólica “Evangelii Gaudium” e na Encíclica Laudato Si’: sobre o cuidado da casa comum.

 

“Queremos fazer nossas as palavras do Santo Padre sobre o reconhecimento dos nossos povos como interlocutores que, com sua sabedoria ancestral e sua diversidade cultural, tornam possível o cuidado da casa comum”, afirmou o presidente da REPAM.

 

“Confiamos que, em comunhão com nossos povos originários, possamos encontrar novos caminhos para plasmar uma Igreja com Rosto Amazónico”, concluiu o Cardeal Cláudio Hummes.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados