Página Inicial







Brasil: Comboniano vence Prémio Empreendedor Social por trabalho em “prisão humanizada”
13 de Novembro de 2017

Valdeci António Ferreira, Diretor Executivo da «Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados» (FBAC), é o vencedor da 13ª edição do «Prêmio Empreendedor Social».

 

Voluntário há mais de 30 anos, Valdeci Ferreira é fundador dos Leigos Missionários Combonianos do Brasil e fundador da «Assistência de Proteção aos Condenados» (APAC) de Itaúna, em Minas Gerais.

 

O projeto APAC visa disseminar metodologia inovadora de ressocialização de prisioneiros, que se propõe a recuperar o encarcerado, proteger a sociedade, socorrer as vítimas e promover a justiça restaurativa.

 

Ao receber o troféu, o empreendedor disse que jamais imaginaria há 34 anos, quando visitou pela primeira vez uma prisão, ter a honra de receber o prêmio principal da noite.

 

“A vida não colocou tapetes para eu pisar, ela colocou degraus e hoje é mais um degrau que estamos subindo”, disse, emocionado. “Preciso dividir esse momento com todos os recuperandos que passaram pela APAC e os que continuam lá e são a razão de ser da nossa obra e da renúncia que fiz na minha vida.”

 

Como reconhecimento de seu trabalho, Ferreira foi escolhido como Empreendedor Social do Ano entre 160 inscritos no maior concurso da área na América Latina, realizado pelo jornal Folha de São Paulo, em parceria com a Fundação Schwab.

 

As APACs são unidades prisionais humanizadas, sem armas, nem guardas, por onde já passaram mais de 33 mil condenados pela justiça brasileira. O sistema alternativo hoje abriga 3.500 encarcerados espalhados em 48 unidades pelo Brasil. O método também está a ser aplicado em 19 países.

 

A entidade desenvolveu, em 1972, uma metodologia de 12 elementos, como trabalho, valorização humana, assistência jurídica, família, mérito e o princípio de recuperando.

 

Método este que resulta em 20% a 28% de reincidência – contra 85% no sistema prisional comum – ao custo de um terço do preço.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados