Página Inicial







Vaticano: Corações ao alto, não os telemóveis
9 de Novembro de 2017

Durante a audiência geral de quarta-feira, 8 de novembro, o Papa Francisco deixou um alerta aos que costumam utilizar os telemóveis na missa.

 

“Fico triste quando celebro e vejo muitos fiéis com os telemóveis levantados. Não só os fiéis, mas também sacerdotes e até bispos. A Missa não é um espetáculo: é ir ao encontro da Paixão e da Ressurreição do Senhor. Por este motivo é que o sacerdote diz «corações ao alto». O que é que isso quer dizer? Lembrem-se: nada de telemóveis”, disse o Papa.

 

Na quarta-feira, o Santo Padre iniciou um novo ciclo de reflexões no Vaticano, dedicado à Eucaristia, prometendo responder a “perguntas importantes” sobre este sacramento, que apresentou como “coração” da Igreja.

 

“Participar na Missa é voltar a viver a paixão e morte redentora do Senhor. A exigência posta pelo Apóstolo São Tomé para crer em Jesus ressuscitado – ou seja, ver e tocar as chagas no corpo de Jesus – nasce do nosso desejo de poder, de algum modo, «tocar» Deus para crer n’Ele… Para viver cada vez mais plenamente a nossa relação com Deus é fundamental compreender bem o valor e o significado da Santa Missa”, salientou o Papa.

 

O Pontífice fez algumas perguntas às quais pretende responder como, por exemplo: por que se faz o sinal da cruz e o ato penitencial no início da missa?

 

"Já viram como as crianças fazem o sinal da cruz? Não sabemos o que estão a fazer, se é o sinal da cruz ou um desenho. Precisamos de ensiná-las a benzer-se bem. Assim começa a Missa, assim começa a vida, assim começa o dia", exemplificou.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados