Página Inicial







RD Congo: Missa recordou católicos mortos nos protestos de dezembro
15 de Janeiro de 2018

O cardeal arcebispo de Kinshasa, Dom Monsengwo Pasingya, celebrou uma Missa em memória das seis pessoas mortas em 31 de dezembro durante a repressão da polícia contra os manifestantes de um protesto organizado por leigos católicos, para pedir a demissão do presidente da República Democrática do Congo, Joseph Kabila, cujo segundo e último mandato expirou em 20 de dezembro de 2016.

 

"Perdemos um irmão, uma irmã, mas encontramos verdadeiros heróis, porque uniram o seu sangue ao de todos aqueles que foram mortos em favor da alternância no poder, garantia de democracia", disse o bispo auxiliar de Kinshasa, Dom Donatien Bafuidinsoni.

 

Durante a Missa ambém o porta-voz da Conferência Episcopal, padre Donatien Nschole, disse algumas palavras: “Assistimos a uma campanha de intoxicação, de desinformação, de difamação orquestrada por responsáveis das instituições da República contra a Igreja Católica e a sua hierarquia".

 

Um novo protesto, em forma de marcha, está marcado para o dia 21 de janeiro.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados