Página Inicial







Sínodo: Ouvir, amar e se interessar pela vida dos jovens
11 de Outubro de 2018

"Precisamos ouvir os jovens, amá-los e ter interesse por suas vidas. Só assim começarão a confiar na Igreja”, disse o cardeal Désiré Tsarahazana, arcebispo de Toamasina, Madagáscar.

 

Para o cardeal, presidente delegado do Sínodo, nós adultos, devemos ser testemunhas críveis: “Só assim, os jovens nos seguirão. Certamente não pelas nossas palavras. Mas, sobretudo, não devemos separar a fé e a vida. Se todos os cristãos de Madagáscar fossem consistentes com sua fé, o país não estaria nessas condições dramáticas. Isso vale sobretudo para os jovens que ocupam cargos de responsabilidade. É por isso que os bispos lançaram um apelo à conversão”.

 

Em Madagáscar, explicou o cardeal Tsarahazana, a maior parte dos jovens participa da vida da comunidade cristã. Trinta mil jovens foram protagonistas da JMJ local.

 

O cardeal disse que convidou o Papa para visitar Madagáscar. “Francisco disse sim, que virá para incentivar os jovens e todos nós a enfrentar a vida, que ali é muito difícil”. A viagem está a ser estudada para 2019.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados