Página Inicial







Itália: Encontro em Bari foi um sinal de unidade dos cristãos
9 de Julho de 2018

“Um sinal eloquente de unidade dos cristãos”: assim o Papa definiu a realização em Bari, no sábado, 7 de julho, do dia especial de oração e reflexão pela paz no Médio Oriente.

 

“Dou graças a Deus por este encontro, que foi um sinal eloquente de unidade dos cristãos, com a participação entusiasmada do povo de Deus. Agradeço mais uma vez aos Irmãos líderes das Igrejas e aos seus representantes; fiquei realmente edificado com suas atitudes e seus testemunhos; agradeço ao Arcebispo de Bari, aos colaboradores e a todos os fiéis que nos acompanharam e apoiaram com a oração e a alegre presença.”

 

Na cidade que fica no sul da Itália, Francisco acolheu patriarcas e líderes cristãos, entre eles Tawadros II, chefe da Igreja Copta Ortodoxa no Egito, e Bartolomeu, patriarca ecuménica de Constantinopla (Igreja Ortodoxa). Encontro tinha o objetivo de rezar juntos e denunciar os interesses que impedem a paz no Médio Oriente.

 

"A indiferença mata! Mas, nós queremos ser voz que contrasta a morte da indiferença. Queremos dar voz a quem não tem voz, a quem chora, sofre e emudece no Médio Oriente, enquanto muitos o espezinham em busca de poder e riquezas. Imploremos a Deus a paz para os pequeninos, os simples, os feridos! Que Deus atenda a nossa oração”, disse Francisco.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados