Página Inicial







Vaticano: Medidas concretas para a proteção dos menores na Igreja
21 de Fevereiro de 2019

“Confrontado com o flagelo dos abusos sexuais perpetrados por homens de Igreja contra menores… nos coloquemos à escuta do Espírito Santo e, dóceis à sua guia, escutemos o grito dos que pedem justiça”, declarou o Papa na abertura do encontro sobre «Proteção de Menores na Igreja», de 21 a 24 de fevereiro, no Vaticano.

 

“Sobre o nosso encontro”, disse Francisco aos Patriarcas, Cardeais, Arcebispos, Bispos, Superiores Religiosos e Responsáveis, “grava o peso da responsabilidade pastoral e eclesial que nos obriga a dialogar conjuntamente, de forma sinodal, sincera e profunda sobre o modo como enfrentar este mal que aflige a Igreja e a humanidade”.

 

“O santo Povo de Deus olha para nós e espera de nós, não meras e óbvias condenações, mas medidas concretas e eficazes a implementar. Requer-se concretização”, referiu.

 

“Peço ao Espírito Santo que nos sustente nestes dias e ajude a transformar este mal numa oportunidade de consciencialização e purificação. Que a Virgem Maria nos ilumine para procurar tratar as graves feridas que o escândalo da pedofilia causou quer nos menores quer nos crentes”, concluiu o Santo Padre no seu discurso de abertura do encontro.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados