Página Inicial







Sudão do Sul: Aumento nos casos de violações sexuais
21 de Fevereiro de 2019

A Comissão das Nações Unidas para os Direitos Humanos (OHCHR) denuncia um aumento nos casos de violações sexuais no Sudão do Sul, especialmente no Estado de Liech, no norte do país.

 

De acordo com os investigadores, 134 mulheres e raparigas foram violadas, e 41 sofreram outras formas de violência sexual e física apenas entre setembro e dezembro de 2018.

 

“Essas violações podem equivaler a crimes de guerra e contra a humanidade”, refere o relatório da OHCHR divulgado em Genebra e em Nairobi.

 

O relatório documenta ataques a civis, destruição de propriedades e deslocamentos forçados, além de “níveis chocantes de violações e de violência sexual a mulheres e meninas de até sete anos”.

 

O documento detalha ainda casos de detenções arbitrárias feitas pela agência de segurança nacional, tortura, abuso de presos, mortes sob custódia e desaparecimentos forçados. Um desses episódios é o do advogado de direitos humanos Dong Samuel, desaparecido há dois anos.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados