Página Inicial







Brasil: Lista de empregadores que utilizam trabalho escravo
11 de Abril de 2018

O Ministério do Trabalho brasileiro atualizou a «lista suja» que responsabiliza empresas por manter trabalhadores em situação análoga à escravidão.

 

Da lista contam 165 empregadores, responsáveis por 2.264 trabalhadores escravos. O mais incrível é que 128 desses relacionados já faziam parte da lista.

 

“Pela primeira vez, a lista traz nove pastelarias e lanchonetes cariocas onde trabalhadores chineses estavam em condições que aviltavam a dignidade humana”, refere o «Repórter Brasil». Nesta página, é possível descarregar a lista suja completa e atualizada.

 

A lista suja atualizada foi divulgada na terça-feira, 10 de abril, pela Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo (DETRAE) do Ministério do Trabalho. Todos os nomes que constam na lista foram autuados por trabalho análogo ao de escravo por auditores fiscais, e tiveram o direito de recorrer em duas instâncias administrativas dentro do órgão.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados