Página Inicial







Myanmar: Futuro do país está na compaixão e reconciliação
25 de Maio de 2018

Líderes religiosos de Myanmar reunidos em fórum pela paz afirmam que o futuro da nação está na compaixão e reconciliação.

 

“O futuro de Myanmar baseia-se em sua rica história e em sua trajetória de convivência multirreligiosa e multiétnica. Em um nível mais profundo, esse futuro promissor é assegurado pelos valores e virtudes da compaixão, do bem-estar compartilhado e da justiça presentes nas grandes tradições religiosas de Myanmar”, afirmam os líderes religiosos que participam no fórum «Religiões pela paz».

 

A carta é dirigida ao povo “em solidariedade e esperança de paz” e assinada pelos líderes budistas, cristãos, hindus e muçulmanos de Myanmar e de toda a região.

 

“Permanecemos unidos neste momento crucial, no qual o futuro desta nação é determinado. Através dos esforços incansáveis ​​de inúmeros ​​homens e mulheres, é preciso superar o sofrimento e curar-se das feridas do passado. Myanmar mostrou ao mundo que uma transição pacífica de poder é possível”, assinalam os líderes religiosos.

 

Na carta, as lideranças religiosas reiteram que rejeitam “o uso indevido da religião e da raça para dividir o povo” e comprometem-se a contribuir “para resolver conflitos intercomunitários e promover a reconciliação nacional”, expressando suas “orações pela paz”.

 

Os líderes religiosos concluem com a afirmação de que compartilham de uma visão de desenvolvimento para Myanmar que se baseia na “noção de dignidade humana, direitos humanos e bem comum”.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados