Página Inicial







México: 23 padres assassinados em seis anos
23 de Abril de 2018

Vinte e três sacerdotes assassinados no México em seis anos. Dois padres assassinados na última semana.

 

A Conferência Episcopal Mexicana expressou consternação e tristeza pela morte de dois padres na passada semana: “Lançamos um apelo urgente a construir uma cultura de paz e de reconciliação”, pedem os religiosos.

 

Na sexta-feira, 20 de abril, o Pe. Juan Miguel Contreras García, 33 anos, foi assassinado após a celebração da Eucaristia na Paróquia São Pio de Pietrelcina, na localidade de Tlajomulco, no Estado de Jalisco.

 

Na quarta-feira, 18 de abril, em Cidade de México, mataram o Pe. Rubén Alcántara Díaz, de 50 anos, da Diocese de Izcalli.

 

“Pedimos aos fiéis católicos que acompanhem os seus sacerdotes, sobretudo com a oração, no serviço pastoral das comunidades que lhes são confiadas.

 

Pedimos a todos aqueles que desprezam e roubam vidas por qualquer motivo, que olhem para a bondosa face de Deus, para depor não apenas as armas, mas o ódio, o ressentimento, a vingança e todos os sentimentos destrutivos.

 

Às nossas autoridades competentes, solicitamos enfaticamente, mais uma vez, que investigue completamente, até que os factos sejam esclarecidos, que aja de acordo com a justiça, e que não permita que estes ou os outros crimes em nossa nação fiquem impunes”, lê-se no comunicado.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados