Página Inicial







Vaticano: Papa anuncia um Sínodo para a Amazónia
16 de Outubro de 2017

O Papa Francisco anunciou no domingo, 15 de outubro, a convocação de uma assembleia especial do Sínodo dos Bispos para a região pan-amazónica, em outubro de 2019, no Vaticano.

 

“O objetivo principal desta convocação é identificar novos caminhos para a evangelização daquela porção do Povo de Deus, especialmente dos indígenas, frequentemente esquecidos e sem perspetivas de um futuro sereno, também por causa da crise da Floresta Amazónica, pulmão de capital importância para nosso planeta. Que os novos Santos intercedam por este evento eclesial para que, no respeito da beleza da Criação, todos os povos da terra louvem a Deus, Senhor do universo, e por Ele iluminados, percorram caminhos de justiça e de paz”, declarou o Santo Padre.

 

O Papa Francisco já tinha aprovado a criação de uma Rede Eclesial Pan-Amazónica (REPAM) que inclui representantes de comunidades católicas de 9 países.

 

Em setembro, na sua viagem à Colômbia, o Papa convidou a respeitar a sabedoria dos povos indígenas da Amazónia, que passar pelo respeito da “sacralidade da vida” e da natureza.

 

“A Amazónia constitui, para todos nós, um teste decisivo para verificar se a nossa sociedade, quase sempre confinada ao materialismo e no pragmatismo, está em condições de salvaguardar o que recebeu gratuitamente, não para o espoliar, mas para o fazer frutificar”, apelou na ocasião.

 

O Sínodo dos Bispos pode ser definido, em termos gerais, como uma assembleia consultiva de representantes dos episcopados católicos de todo o mundo, a que se juntam peritos e outros convidados, com a tarefa ajudar o Papa no governo da Igreja.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados