Página Inicial







Brasil: País é o mais perigoso para defensores do meio ambiente
14 de Julho de 2017

Relatório aponta o Brasil como o país mais perigoso para os defensores do meio ambiente. Em 2016, 49 foram assassinados.

 

“O ataque a riqueza natural da Amazónia faz do Brasil, mais uma vez, o país mais mortal do mundo em termos de números de defensores mortos”, diz o relatório da Global Witness.

 

De acordo com o relatório, a indústria madeireira está vinculada a 16 assassinatos, enquanto proprietários de terras são suspeitos de perpetrarem vários assassinatos na região amazónica. 

 

O Brasil tem sido sistematicamente o país mais funesto para defensoras e defensores do meio ambiente e para os que lutam pela permanência na terra e em seus territórios, desde que a Global Witness começou a compilar dados mundiais.

 

No ranking dos países com mais defensores mortos segue-se a Colômbia, com 37 e as Filipinas, com 28 assassinatos em 2016.

 

O relatório aponta ainda que, no Brasil, “o governo diminuiu a legislação ambiental e debilitou instituições de direitos humanos”.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados