Página Inicial







Quénia: P. Jeremias e P. Alcides visitam comunidades
6 de Fevereiro de 2019

Desde o dia 15 de janeiro que a província do Quénia recebe a visita oficial do P. Jeremias dos Santos Martins, vigário geral dos Combonianos. No dia 1 de fevereiro, o P. Alcides da Costa, assistente geral, juntou-se ao P. Jeremias, para ambos prosseguirem a visita, agora já na área de Nairobi, capital do país.

 

O P. Jeremias esteve durante os primeiros quinze a visitar os confrades da região norte do Quénia, onde os missionários combonianos estão presentes com seis comunidades: duas entre o povo Turkana, duas entre os Pokot e duas em Marsabit, onde vivem vários povos pastoralistas como os Borana, os Gabra, os Rendile, entre outros.

 

Com a chegada do P. Alcides, no primeiro fim de semana de fevereiro, ambos os dois assistentes gerais foram visitar a comunidade de Kariobangi, nos subúrbios de Nairobi. Kariobangi é uma grande paróquia onde os combonianos se encontram desde 1974. De facto, é a primeira presença comboniana em Nairobi depois da casa provincial.

 

A partir das seis horas da manhã, a igreja paroquial abre as suas portas aos fiéis que começam a chegar dos mais diversos cantos de Kariobangi, um bairro muito povoado e com uma população muito jovem, oriunda das várias regiões e tribos do Quénia. Normalmente, as pessoas vêm para Nairobi em busca de trabalho ou em vista de dar continuidade aos estudos já iniciados nos seus lugares de origem. Por isso, dois terços da população é jovem e com uma grande vontade de trabalhar e de realizar o sonho das suas vidas. Um olhar veloz sobre a assembleia dos cristãos reunidos para a celebração da missa dominical faz ressaltar à vista a predominância de casais jovens, de jovens e crianças, e o número reduzido de pessoas idosas.

 

Além da sede paroquial, dedicada à Santíssima Trindade, os combonianos assistem outros dois centros de oração, São Daniel Comboni e São João, que, num futuro próximo, poderão formar outras duas paróquias, tendo em conta o rápido aumento da população que opta por frequentar a comunidade cristã católica.

 

O sonho de Comboni – “eu vejo um futuro brilhante para a África” – é visível nas três comunidades que constituem a paróquia de Kariobangi.

 

De 4 a 9 de fevereiro, os missionários combonianos que trabalham no Quénia estarão reunidos em assembleia. Na agenda, constam momentos de oração, de revisão, avaliação e programação das actividades combonianas e pastorais, o que permitirá a cada um dos missionários regressar ao trabalho com um entusiasmo renovado.

 

Fonte: Comboni.org



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados