Página Inicial







Mundo: Declaração das Superioras Gerais contra todo tipo de abuso
26 de Novembro de 2018

A «União Internacional das Superioras Gerais» (UISG), que compreende 2.000 Congregações Religiosas Femininas, em todo o mundo, representando mais de 500 mil Irmãs, expressa sua profunda dor e indignação sobre os abusos que prevalecem dentro da Igreja e na sociedade atual. Abusos de todos os tipos: sexual, verbal, emocional, ou de qualquer uso inapropriado de poder nos relacionamentos, diminuindo a dignidade e o desenvolvimento saudável da pessoa que é vítima de tais abusos.

 

Nós apoiamos estas mulheres e homens corajosos que denunciam abusos às autoridades. Nós condenamos aqueles que apoiam a cultura do silêncio e do segredo, com frequência com a desculpa de “proteger” a reputação de uma instituição ou de justificando ser o abuso “parte de uma determinada cultura”. Nós advogamos por um relatório transparente, civil e criminal de abuso seja dentro das Congregações religiosas, nos âmbitos de paróquias ou dioceses, ou em qualquer espaço público.

 

Pedimos que qualquer religiosa que tenha sofrido abuso, relate o abuso à líder de sua congregação, à Igreja e à autoridade civil devidamente. Se nós da UISG recebermos um relatório de abuso, seremos uma presença de escuta e de ajuda para que a pessoa tenha a coragem de reportar a denúncia às organizações competentes.

 

Nós nos comprometemos a trabalhar com a Igreja e as Autoridades Civis para ajudar as pessoas abusadas a curar o passado através de um processo de acompanhamento, de busca de justiça e investindo na prevenção do abuso por meio de programas colaborativos de formação e educação para crianças, mulheres e homens. Desejamos tecer solidariedade nestas situações que desumanizam e contribuir com uma nova criação no mundo.

 



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados