Página Inicial







Brasil: Justiça nos Trilhos recebe prémio Direitos Humanos e Empresas 2018
26 de Novembro de 2018

Justiça nos Trilhos recebe o prémio «Direitos Humanos e Empresas» que para além do reconhecimento, inclui um valor de 50 mil dólares (cerca de 44 mil euros).

 

Em comunicado, a «Fundação para o Prémio Direitos Humanos e Empresas» anunciou que o objetivo é reconhecer “o trabalho de maior destaque realizado pelos defensores de direitos humanos, ao tratar dos impactos causados pelas empresas” e neste sentido Justiça nos Trilhos “simboliza este grupo, que há anos trabalha de maneira rigorosa e consciente em circunstâncias desafiadoras — sempre em estreita colaboração com as comunidades locais, cujos direitos fundamentais buscam proteger”.

 

A Justiça nos Trilhos, que conta com o apoio dos Missionários Combonianos, é uma organização que trabalha de perto com as comunidades locais, em áreas remotas do Brasil — incluindo povos indígenas, camponeses e afrodescendentes — para examinar os abusos de direitos humanos e ambientais cometidos por empresas mineradoras e siderúrgicas, especialmente a multinacional Vale.

 

“Somos todos lutadores sociais em busca de um desenvolvimento que alcance de forma igualitária a todos os cidadãos e respeite verdadeiramente o meio ambiente, os direitos humanos e a vontade própria das comunidades tradicionais”, assim se define a organização que tem com missão “fortalecer as comunidades ao longo do corredor Carajás e denunciar as violações aos direitos humanos e da natureza responsabilizando Vale e Estado, prevenindo novas violações e reafirmando os modos de vida e a autonomia das comunidades nos seus territórios”.

 

O prêmio será entregue à Justiça nos Trilhos no dia 27 de novembro de 2018, em Genebra, no Fórum das Nações Unidas sobre Empresas e Direitos Humanos.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados