Página Inicial







Mundo: Mais vítimas do tráfico de pessoas
10 de Janeiro de 2019

O número de vítimas de tráfico de seres humanos está a aumentar e agravamento deve-se ao recrutamento para grupos armados.

 

A conclusão é do «Relatório Global sobre Tráfico de Pessoas 2018» lançado esta semana, que aponta o tráfico de mulheres e crianças por grupos armados e terroristas como uma das principais causas para o aumento dos números.

 

O relatório do «Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime» (Unodc) analisou informações de 142 países.

 

O diretor executivo da agência, Yury Fedotov, sublinha que “crianças-soldados, trabalho forçado e escravidão sexual” são algumas das situações identificadas e que “o tráfico de seres humanos assumiu "dimensões terríveis" à medida que grupos armados e terroristas o usam para espalhar o medo."

 

Diante dessa situação, o responsável considera que é necessário “intensificar a assistência técnica e fortalecer a cooperação, para apoiar todos os países a fim de proteger as vítimas e levar os criminosos à justiça e alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável."

 

Os países lusófonos que constam neste relatório contrariam a tendência geral. Brasil, Portugal, Angola e Moçambique registam um decréscimo no número total de casos de tráfico de pessoas nos últimos três anos.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados