Página Inicial







Portugal: Relatório Liberdade Religiosa 2018
23 de Novembro de 2018

Relatório revela “violações significativas da liberdade religiosa” em 38 países. Desses, 17 registam discriminação por crenças religiosas e em 21 países há casos documentados de pessoas perseguidas por causa da fé, agredidas e até mortas.

 

O documento «Relatório da Liberdade Religiosa no Mundo», publicado na quinta-feira, 22 de novembro, pela «Ajuda à Igreja que Sofre» (AIS) (Aid to the Church in Need, ACN) tem como objetivo destacar lugares e incidentes em que a perseguição religiosa limita os direitos dos indivíduos de praticar sua fé.

 

De acordo com a AIS, nota-se também o crescimento de “uma onda nacionalista agressiva que está a alimentar o ódio religioso e os países estão a falhar na contenção deste problema”.

 

O ultra-nacionalismo, que é da responsabilidade tanto de actores governamentais como de grupos não-estatais, tem vindo a provocar um aumento do ódio contra as minorias religiosas em vários países nomeadamente potências regionais como a Índia, China ou Myanmar. Nesses países com Estados autoritários e nacionalismo extremo vivem mais de 3.000 milhões de pessoas.

 



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados