Página Inicial







Santa Sé: Cultura eucarística como fonte de inspiração
15 de Novembro de 2018

O Papa deseja que a “cultura eucarística” seja capaz de inspirar homens e mulheres de boa vontade nos âmbitos da caridade, da solidariedade, da paz, da família, do cuidado da criação.

 

Ao falar sobre o próximo congresso eucarístico, qua acontecerá de 20 a 27 de setembro de 2020, na cidade de Budapeste, Francisco referiu a importância que este encontro se realize numa metrópole «moderna e multicultural na qual o Evangelho e as formas de pertença religiosa se tornaram marginais».

 

De acordo com o Santo Padre, “mediante a oração e a ação” é possível difundir uma “cultura eucarística”, ou seja, um modo de pensar e de agir fundado no sacramento, mas “percetível também além da pertença eclesial”, explicou.

 

Por isso, os votos conclusivos de que o acontecimento de Budapeste possa “favorecer nas comunidades cristãs processos de renovamento, para que a salvação da qual a Eucaristia é fonte se transforme também em cultura eucarística capaz de inspirar os homens e as mulheres de boa vontade nos âmbitos da caridade, da solidariedade, da paz, da família, do cuidado da criação”.

 

O Papa destacou que “numa Europa doente de indiferença e na qual se propagam divisões e fechamentos”, a celebração da Eucaristia permanece uma “incubadora” à qual os cristãos – renovando de domingo em domingo o gesto simples e forte da fé – vão buscar atitudes de comunhão, de serviço e de misericórdia”.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados