Página Inicial







Mundo: 90% das crianças afetadas por poluição do ar
30 de Outubro de 2018

A Organização Mundial da Saúde (OMS) revela que cerca de 93% das crianças do mundo, com menos de 15 anos de idade, respiram ar tão poluído que coloca sua saúde e desenvolvimento em grave risco.

 

A situação afeta 1,8 mil milhões de crianças no mundo, de acordo com um relatório publicado na segunda-feira, 29 de outubro, na primeira «Conferência Mundial sobre Poluição do Ar e Saúde» que decorre em Genebra, na Suíça.

 

Em 2016, estima-se que 600 mil crianças morreram devido a infeções respiratórias causadas pelo ar poluído. Uma das principais ameaças à saúde de crianças menores de cinco anos é a poluição do ar, responsável por quase uma em cada 10 mortes nessa faixa etária.

 

Em comunicado, o diretor da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, considera a situação “indesculpável”. O representante destaca que o ar poluído “intoxica milhões de crianças e arruína suas vidas”.

 

O estudo aponta ainda que a poluição do ar também causa cancro. Crianças expostas à poluição excessiva também podem estar em maior risco de contrair uma doença cardiovascular crónica na vida adulta.

 

A OMS recomenda uma série de medidas “diretas” para reduzir o risco à saúde, como acelerar a mudança dos combustíveis mais limpos, investimentos em tecnologias de aquecimento e para cozinhar, promover um sistema de transporte mais limpo, habitações com maior eficiência energética e planejamento urbano.

 

A OMS apoia ainda a geração de energia de baixa emissão, tecnologias industriais mais limpas e seguras e o melhor gerenciamento municipal de resíduos para reduzir a poluição do ar nas comunidades.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados