Página Inicial







Portugal: Dar um novo vigor apostólico à Igreja
23 de Outubro de 2018

Presidente da Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal (CIRP) destaca o Ano Missionário e sublinha que o sentido é “dar um novo vigor apostólico à Igreja em Portugal”.

 

O Ano Missionário em Portugal acontece em todas as dioceses católicas do país até outubro de 2019, “mês missionário extraordinário” declarado pelo Papa Francisco para celebrar o centenário da Carta Apostólica Maximum Illud, de Bento XV.

 

Em entrevista concedida ao «Vatican News», o Padre José Vieira refere que o papa propõe esta celebração “sobretudo para recuperar o sentido da «Missão Ad Gentes», da missão como saída ao encontro das gentes, não só geográfica, mas também uma saída cultural e uma saída social”.

 

“A missão faz-se através da santidade. Quem fala de Deus deve ser um homem de Deus”, sublinha o provincial dos combonianos portugueses que diz que a missão, “não é uma propaganda, não é um proselitismo. É uma partilha daquilo que está dentro de nós”.

 

O Presidente da CIRP destaca ainda o pontificado de Francisco, “um papa 100% missionário: Desde o princípio que ele fala da igreja em saída, da igreja que vai às periferias. Portanto, ele define-nos, cada um de nós, como discípulos missionários”.

 

“É um papa que abre a igreja ao mundo”, conclui o Padre José Vieira que pede aos Institutos Missionários que “ajudem as igrejas locais a serem mais missionárias” e a “criar um clima sustentável e favorável às vocações missionárias”.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados