Página Inicial







Mundo: Número de missionários assassinados dobrou em 2018
4 de Janeiro de 2019

Foram 40 os missionários assassinados em todo o mundo em 2018. Praticamente o dobro de 2017, quando foram assassinados 23. Trinta e cinco eram sacerdotes, um seminarista e quatro leigos.

 

Diferentemente dos últimos oito anos, em 2018 a África (21 assassinatos) e não a América (15 assassinatos) foi o continente onde mais missionários foram mortos violentamente.

 

Na Ásia, foram três os sacerdotes assassinados e na Europa mais um padre.

 

A Agência Fides, ligada ao Vaticano, refere que quando usamos a palavra “missionário”, referindo-se aos batizados, o fazem sabendo que “em virtude do Batismo recebido, cada membro do Povo de Deus se tornou um discípulo missionário” (Mt 28,19).

 

E explica: “Cada um dos batizados, seja qual for sua função na Igreja e o grau de iluminação de sua fé, é um agente evangelizador” (EG 120).



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados