Página Inicial







Mundo: Número de pessoas desnutridas volta a aumentar
4 de Julho de 2017

O Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) alerta para o aumento do número de pessoas com fome no mundo. Situação que não se verificava desde 2015.

 

Alerta foi feito durante a 40ª. Conferência da FAO, em Roma.

 

De acordo com o Diretor-Geral da FAO, José Graziano da Silva, quase 60% das pessoas que passam fome no mundo vivem em áreas de conflitos e mudanças climáticas. São 19 os países em situação de crise que quase sempre enfrentam secas e cheias.

 

A ONU também destacou um alto risco de fome no nordeste da Nigéria, na Somália, no Sudão do Sul e no Iémen, com quase 20 milhões de pessoas afetadas. Com a impossibilidade de se autossustentar, a única opção é migrar.

 

Para José Graziano, o compromisso para acabar com a fome é fundamental, mas a questão só será realmente resolvida quando governos transformarem as promessas em ações concretas em níveis local, regional e nacional. O Diretor da FAO afirmou que a paz é vital para acabar com a crise, mas quem tem fome, não pode esperar.

 

Na abertura dos trabalhos, foi lida uma mensagem do Papa a afirmar que a Santa Sé acompanha com muita atenção a atividade internacional e quer cooperar para uma real erradicação da fome e da desnutrição, e não somente orientar para favorecer um simples progresso ou objetivos teóricos de desenvolvimento.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados