Página Inicial







Mundo: Oração do Papa Francisco para a Paz na Síria e no Iraque
7 de Abril de 2017

As guerras a que estamos a assistir – uma terceira guerra mundial "aos pedaços", como diz o Papa Francisco – não podem deixar-nos indiferentes. Os ódios que hoje se semeiam e as ameaças de ainda mais violência e guerra que se estão a anunciar têm de nos fazer interessar pela paz. Temos de nos manifestar a favor da paz. A paz tem de se tornar o tema primordial das nossas orações individuais e comunitárias, das nossas conversas quotidianas, e das nossas actividades pastorais. O nosso melhor e maior ideal – o verdadeiro património mundial – tem de ser a paz. Com a guerra só lucram alguns, com a paz ganhamos todos, ganha toda a humanidade. “Que os povos em guerra aprendam o caminho do diálogo e do perdão”, pedia o papa na Geórgia, numa oração pela paz, que foi traduzida em várias línguas. É esta oração que, hoje, propomos que seja rezada, individualmente e nos nossos encontros.

 

O Papa Francisco visitou a Geórgia em setembro do ano passado. No dia 30, encontrou-se com a comunidade assírio-caldeia na igreja de São Simão Bar Sabbae de Tbilisi. Aqui, o Papa elevou uma profunda oração de paz para a Síria e o Iraque. Uma oração que correu o mundo. O Papa rezou pelas vítimas da injustiça e da opressão, invocou a libertação do ódio, do egoísmo e da cultura da morte.

 

“Senhor Jesus, – pede o Pontífice na sua oração – uni à vossa cruz os sofrimentos de tantas vítimas inocentes: as crianças, os idosos, os cristãos perseguidos; envolvei com a luz da Páscoa quem está ferido no seu íntimo: as pessoas abusadas, privadas da liberdade e da dignidade; fazei experimentar a estabilidade do vosso reino a quem vive na incerteza: os exilados, os refugiados, quem perdeu o gosto pela vida.” O Santo Padre rezou para que os povos em guerra encontrem novamente a paz: “… que eles aprendam o caminho da reconciliação, do diálogo e do perdão;… fazei saborear a alegria da vossa ressurreição aos povos exaustos pelas bombas: levantai da devastação o Iraque e a Síria; reuni sob a vossa doce realeza os vossos filhos dispersos: sustentai os cristãos da diáspora e dai-lhes a unidade da fé e do amor”.

 

Oração do Papa Francisco para a Paz

Senhor Jesus,

adoramos a vossa cruz,

que nos liberta do pecado, origem de toda a divisão e de todo o mal;

anunciamos a vossa ressurreição,

que resgata o homem da escravidão do fracasso e da morte;

esperamos a vossa vinda na glória,

que leva a cumprimento o vosso reino de justiça, alegria e paz.

 

Senhor Jesus,

por vossa paixão gloriosa,

vencei a dureza dos corações, prisioneiros do ódio e do egoísmo;

pela força da vossa ressurreição,

arrancai da sua condição as vítimas da injustiça e da opressão;

pela fidelidade da vossa vinda

confundi a cultura da morte e fazei resplandecer o triunfo da vida.

 

Senhor Jesus,

uni à vossa cruz os sofrimentos de tantas vítimas inocentes:

as crianças, os idosos, os cristãos perseguidos;

envolvei com a luz da Páscoa quem está ferido no seu íntimo:

as pessoas abusadas, privadas da liberdade e da dignidade;

fazei experimentar a estabilidade do vosso reino a quem vive na incerteza:

os exilados, os refugiados, quem perdeu o gosto pela vida.

 

Senhor Jesus,

estendei a sombra da vossa cruz sobre os povos em guerra:

que eles aprendam o caminho da reconciliação, do diálogo e do perdão;

fazei saborear a alegria da vossa ressurreição aos povos exaustos pelas bombas:

levantai da devastação o Iraque e a Síria;

reuni sob a vossa doce realeza os vossos filhos dispersos:

sustentai os cristãos da diáspora e dai-lhes a unidade da fé e do amor.

 

Virgem Maria, Rainha da Paz,

Vós que estivestes ao pé da cruz,

alcançai do vosso Filho o perdão dos nossos pecados;

Vós que nunca duvidastes da vitória da ressurreição,

sustentai a nossa fé e a nossa esperança;

Vós que estais sentada como Rainha na glória,

ensinai-nos a realeza do serviço e a glória do amor.

Ámen.

 

Fonte: Comboni.org



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados