Página Inicial







Sudão do Sul: Missionários fogem para o vizinho Uganda
3 de Abril de 2017

A situação no Sudão do Sul está cada vez mais perigosa para as pessoas e, também, para os missionários combonianos de Lomin.

 

Cerca de cem mil sul-sudaneses estão em fuga em direcção ao Uganda, devido aos conflitos militares.

 

Depois de um catequista da missão ter sido assassinado, o irmão comboniano italiano do Tirol do Sul, Erich Fischnaller, viu-se obrigado a escapar – ele e os outros confrades da comunidade de Kajo-Keji, em Lomin – para o país vizinho, o Uganda, na companhia de muitos milhares de sul-sudaneses.

 

Entretanto – e já aqui demos a notícia –, os missionários receberam a informação de que a missão de Kajo-Keji foi assaltada e completamente saqueada. Sobre a fuga dos missionários e a pilhagem da missão, é o irmão Fischnaller quem conta à televisão alemã ZDF, que transmitiu a reportagem com o título “Fuga do Sudão do Sul”, de cerca de quatro minutos [do minuto 18:30 até 22:08], no Telejornal da noite, no passado dia 30 de Março.

 

Fonte: Comboni.org



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados