Página Inicial







Roma: Solidariedade comboniana com o povo do Sudão do Sul
31 de Março de 2017

O P. Tesfaye Tadesse Gebresilasie, Superior Geral dos Missionários Combonianos, escreveu a todos os Superiores e ecónomos do Instituto, informando que o Conselho Geral decidiu dar a soma de 20.000 Euros à Província comboniana do Sudão do Sul para que cuide de usá-lo em favor da população mais afectada pelo conflito fratricida e pela “grave crise alimentar que condena à morte de fome milhões de pessoas, incluindo muitas crianças”. O P. Tesfaye convida também a todas as circunscrições combonianas “a tomar medidas concretas” para mostrar a sua solidariedade. Aqui, publicamos a carta do Superior Geral.

 

"Porventura não é este o jejum que eu quero... que repartas o teu pão com o faminto e acolhas em casa os pobres abandonados; e, quando vires o nu, o vistas... Então romperá a tua luz como a alva, e a tua cura apressadamente brotará e a tua justiça irá adiante de ti, e a glória do Senhor será a tua retaguarda…".

[Is. 58, 6-8]

 

Caríssimos confrades,

Os Superiores das Circunscrições combonianas escreveram uma mensagem de solidariedade ao povo do Sudão do Sul, no final da sua reunião, no passado mês de Fevereiro, em Roma, na qual diziam que, em breve, iriam fazer um gesto concreto de solidariedade a nível de Instituto. Também o Papa Francisco, no passado dia 22 de Fevereiro, chamou a atenção da comunidade internacional sobre o Sudão do Sul “onde um conflito fratricida se junta a uma grave crise alimentar que condena à morte de fome milhões de pessoas, incluindo muitas crianças”

 

O Conselho Geral disponibilizou a soma de € 20.000 que será confiada à Província Comboniana do Sudão do Sul que terá o cuidado de usá-la em favor da população mais afectada por esta tragédia.

 

Estão convidadas também todas as circunscrições a tomar iniciativas concretas para mostrarem, deste modo, a sua solidariedade. O Economato Geral está disponível para facilitar o envio das ajudas recolhidas.

 

Pedimos-vos o favor de indicar a quantia da vossa ajuda, até fins do mês de Abril, para permitir que a Província do Sudão do Sul se programe e organize para a operação.

Desde já, queremos agradecer a todos pela prontidão da vossa resposta.

 

Roma, 24 de Março de 2017

Tesfaye Tadesse Gebresilasie, mccj

Superior Geral



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados