Página Inicial







Vaticano: Papa recorda vítimas da guerra no Iraque
29 de Março de 2017

O Papa recordou nesta quarta-feira, 29 de março, as vítimas da guerra no Iraque, em particular na cidade de Mossul, e pediu respeito pelas minorias étnicas e religiosas no país.

 

“O meu pensamento vai para as populações aprisionadas nos bairros ocidentais de Mossul e aos deslocados por causa da guerra, aos quais me sinto unido no sofrimento, através da oração e da proximidade espiritual”, disse Francisco durante a audiência geral.

 

O Papa também convidou todos a rezar para que o Iraque “encontre na reconciliação e na harmonia entre as suas várias partes, étnicas e religiosas, a paz, a unidade e a prosperidade”.

 

“Ao exprimir profunda dor pelas vítimas do sangrento conflito, renovo a todos o apelo para que se empenhem com todas as suas forças na proteção dos civis, como obrigação imperativa e urgente”, concluiu.

 

As forças iraquianas lançaram uma ofensiva sobre a parte ocidental de Mossul no último mês; segundo testemunhos recolhidos pela ONU, os jihadistas do autoproclamado ‘Estado Islâmico’ (EI) estão a obrigar os civis a permanecer em suas casas.

 

A estação britânica de televisão Sky noticiou a descoberta de uma vala comum, nos arredores da cidade de Mossul, alegadamente com mais de seis mil corpos de pessoas mortas pelo EI.

 

Com informações da «Agência Ecclesia».



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados