Página Inicial







Mundo: 26 agentes pastorais assassinados em 2014
30 de Dezembro de 2014

A agência Fides, ligada ao Vaticano, revelou que 26 agentes pastorais da Igreja Católica foram assassinados em 2014, com destaque para o continente americano.

 

O número é superior ao de 2013 (23 mortes) e 2012 (13 assassinatos) e igual ao de 2011, incluindo 17 padres, um religioso, seis religiosas, um seminarista e um leigo.

 

Pelo sexto ano consecutivo, o maior número de mortes aconteceu na América, onde houve 14 assassinatos; a África registou sete mortes, a Ásia e a Oceânia dois assassinatos cada e um na Europa.

 

A Fides manifesta ainda a sua preocupação com a situação de “muitos outros operadores pastorais sequestrados ou desaparecidos”, como três sacerdotes raptados na República Democrática do Congo, em outubro de 2012, ou o jesuíta italiano Paolo Dall’Oglio, na Síria (2013), e o padre Alexis Prem Kumar, raptado a 2 de junho, no Afeganistão.

 

Segundo os dados da agência do Vaticano para o mundo missionário, entre 2004 e 2013 morreram mais de 230 agentes pastorais da Igreja Católica, incluindo três bispos

 

O último caso relatado é o do padre Gregorio López Gorostieta, que tinha sido sequestrado no México por uma organização criminosa, a 21 de dezembro; o seu corpo foi encontrado sem vida no dia de Natal, em Tlapehuala.

 

O Papa Francisco enviou uma mensagem ao bispo local e aos familiares do sacerdote, manifestando a sua “firme condenação de tudo o que atenta contra a vida e a dignidade das pessoas”.

 

Fonte: Agência Ecclesia



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados