Página Inicial







Sudão do Sul: Rádio Bakhita volta a transmitir, mas sem temas políticos
22 de Setembro de 2014

A Rádio Bakhita, promovida pela Arquidiocese de Juba, capital do Sudão do Sul, voltou a transmitir após ter as portas fechadas pelo governo. No entanto, a direção da emissora ressalta que as autoridades proibiram que a rádio siga "questões políticas".

 

A Rádio Bakhita - A Voz da Igreja em Juba foi silenciada a 16 de agosto por ter transmitido uma notícia que, segundo a segurança nacional, expressava o ponto de vista dos rebeldes na oposição armada ao regime de Salva Kiir Mayardit.

 

O editor Ocen David foi libertado depois de quatro dias de prisão numa sala sem luz com mais de 50 detidos acusados de apoiar a oposição liderada pelo ex-vice presidente Riek Machar Teny.

 

As chaves da emissora de rádio foram devolvidas em 12 de setembro e agora estamos aguardando a aprovação do Arcebispo para retomar a transmissão", disse a direção da rádio, acrescentando que, seguindo os avisos do Gabinete de Segurança, "a rádio vai se concentrar apenas em programas relacionados ao desenvolvimento e educação".

 

De acordo com informações da «Agência Fides», desde a eclosão da crise política no Sudão do Sul, em dezembro de 2013, aumentaram as pressões sobre os média local para limitar a propagação de notícias que desagradam o Governo.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados