Página Inicial







Nigéria: Homem-bomba mata 46 em escola
11 de Novembro de 2014

Uma explosão que deixou ao menos 46 estudantes mortos no nordeste da Nigéria, na segunda-feira, 10 de Novembro, foi perpetrada por um homem-bomba disfarçado de aluno, suspeitam as autoridades locais. Ele também morreu no episódio.

 

A polícia acredita que o grupo radical islâmico Boko Haram esteja por trás do ataque, ocorrido na cidade de Potiskum.

 

Diversas escolas já foram alvejadas pelo grupo, cujo objetivos declarado é instalar um Estado islâmico no norte da Nigéria, no qual meninos recebam apenas educação religiosa e meninas sejam impedidas de frequentar as aulas.

 

O ataque também deixou 79 feridos, muitos em estado gravíssimo, e ocorreu no momento em que os jovens se reuniam no pátio da escola.

 

Soldados despachados ao local da tragédia foram recebidos a pedradas pela população local, que se queixa da insegurança e acusa as autoridades de terem fracassado no combate ao Boko Haram.

 

No nordeste da Nigéria, aldeias inteiras estão sob o controle dos jihadistas, e ataques se tornam cada vez mais comuns.

 

Há relatos de que até os soldados do Exército estejam fugindo do combate com extremistas em algumas cidades.

 

O Estado de Yobe, onde fica Potiskum, está sob estado de emergência por conta da ameaça extremista. Na semana passada, Potiskum já havia sofrido um atentado a bomba em uma cerimônia xiita, com um saldo de 15 mortos.

 

O presidente nigeriano, Goodluck Jonathan, emitiu um comunicado de condolências às vítimas deste ataque e dizendo que os responsáveis "serão levados à Justiça e pagarão por seus crimes atrozes".



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados