Página Inicial







Portugal: Institutos Missionários refletem sobre como ser Igreja missionária em saída
13 de Novembro de 2014

Vinte e dois Institutos religiosos, 46 participantes, entre sacerdotes, irmãs e leigos, realizaram a sua assembleia anual, de 4 a 7 de Novembro, no santuário dos Cerejais. A assembleia teve como objetivo unir os Institutos Missionários em Portugal para juntos analisarem a situação atual da animação missionária e laçarem propostas concretas para tornar a igreja portuguesa mais comprometida com a dimensão missionária.

 

“É necessário aprendermos a ousarmos um pouco mais e sermos criativos nas nossas propostas, não esquecendo que o fim da nossa e da missão da igreja é sempre Cristo. E Cristo tem que ser anunciado com alegria e com entusiasmo” – disse D. José Cordeiro, bispo de Bragança – Miranda.

 

Desafiou ainda os participantes a viverem os seus carismas específicos e voltar à raiz fundante do mesmo para mostrar a beleza que cada carisma representa na igreja: “O Essencial na missão é sentir a Graça de Deus e ser graça de vida para os outros”.

 

O presidente dos ANIMAG, P. Vitor Dias, comboniano, manifestou estar satisfeito com o andamento da assembleia quer pela comunhão entre os vários Institutos que demonstram que uma missão em conjunto entre todos é possível. Quer porque “quando estamos reunidos é que somos desafiados a encontrarmos respostas plausíveis para realizar uma missão em comunhão”.

 

O ANIMAG (animadores missionários dos institutos ad gentes) é um órgão missionário ligado ao IMAG (Institutos Missionários Ad gentes) formados por todos os superiores e superioras provinciais dos institutos missionários ad gentes em Portugal.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados