Página Inicial







Líbia: Dez mortos e dezenas de desaparecidos após naufrágio
3 de Outubro de 2014

Dez imigrantes africanos morreram e dezenas estão desaparecidos depois do naufrágio de uma embarcação no litoral da Líbia na quinta-feira, 2 de Outubro, informou uma fonte da Guarda Costeira Nacional.

 

A Marinha líbia socorreu entre 80 e 90 pessoas e resgatou dez corpos após o naufrágio de uma embarcação que transportava cerca de 180 pessoas a bordo.

 

A Líbia é um país de trânsito para o litoral europeu para milhares de imigrantes, em sua maioria africanos. Apinhados em embarcações precárias, os imigrantes tentam chegar a Malta, ou à ilha italiana de Lampedusa, no sudoeste da Sicília. Centenas deles morrem todos os anos.

 

Desde o início do ano, mais de 3.000 migrantes morreram no Mediterrâneo. No mundo, foram mais de 4.000 as vítimas mortais em ação de migração.

 

Os dados divulgados pela Organização Internacional para as Migrações (IOM, na sigla em inglês), demonstram que há mais de 20 anos que a travessia do Mar Mediterrâneo constitui o trajeto mais perigoso para os migrantes ‘irregulares’. Desde 2000, mais de 22 mil pessoas morreram em naufrágios neste mar.

 

A maior parte dos migrantes mortos afogados, asfixiados, de fome ou frio, nas portas da Europa, provinham da África setentrional e do Médio Oriente, segundo estatísticas da IOM.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados