Página Inicial







Vaticano: Seminário sobre jovens e tráfico de seres humanos
17 de Novembro de 2014

“A escravidão moderna é uma das consequências da globalização da indiferença”, disse o bispo Marcelo Sánchez Sorondo, chanceler da Pontifícia Academia das Ciências, abrindo os trabalhos do simpósio sobre «Jovens contra a prostituição e o tráfico de pessoas: a violência máxima contra os seres humanos», que se realizou no Vaticano entre os dias 15 e 16 de Novembro.

 

Segundo os números apresentados no simpósio, promovido pela Academia em colaboração com as associações Global Freedom Network e Vinculos en Red, estima-se que em todo o mundo cerca de 21 milhões de homens, mulheres, rapazes e meninas são enganados, vendidos, coagidos ou submetidos a condições de escravidão de várias espécies e em diferentes sectores, como a agricultura, os serviços domésticos, a prostituição, a pornografia, o turismo sexual, os casamentos servis, o tráfico de órgãos.

 

A este número devem ser adicionados os três milhões de pessoas que, cada ano, aumentam esta multidão de excluídos.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados