Página Inicial







Burundi: 40 mil deixaram o país devido à violência pré-eleitoral
11 de Maio de 2015

Cerca de 40 mil burundeses estão em busca de asilo nos países vizinhos, anunciou o Escritório das Nações Unidas para Assistência Humanitária, Ocha.

 

As informações foram recolhidas desde o início de abril pelo Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur. Os países de destino são a República Democrática do Congo, o Ruanda e a Tanzânia.

 

A agência da ONU e os parceiros estão a aumentar abrigos em áreas de receção e nos acampamentos de refugiados. Os outros setores apoiados são de latrinas e de água potável.

 

Na passada semana, agências de notícias disseram que pelo menos nove pessoas morreram em novos protestos depois da confirmação da candidatura do presidente Pierre Nkurunziza a um terceiro mandato.

 

Os relatos mais recentes das agências indicam que uma pessoa foi queimada viva e outra baleada na cabeça. A onda de violência é considerada a pior desde o fim da guerra civil burundesa em 2005.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados