Página Inicial







Mundo: Perseguição de cristãos, fome e refugiados são desafios da Caritas Africana
14 de Maio de 2015

Realizou-se de 10 a 12 de maio, em Roma, a 8° Conferência Regional da “Caritas Africana” sob o tema: “O amor de Cristo nos exorta: juntos a serviço dos pobres”.

 

No discurso de abertura, o Presidente da Caritas Africana, Dom Francisco João Silota, Bispo de Chimoio (Moçambique), destacou os desafios que as entidades devem enfrentar: refugiados, assassinatos de cristãos, xenofobia, ébola e fome.

 

A rede da Caritas na África atua em 17.000 paróquias de 46 países. Segundo os dados apresentados por Jacques Dinan, Diretor-Executivo da instituição, a área de maior ação diz respeito à segurança alimentar, à agricultura e à nutrição, seguida pela saúde (de modo especial concernente ao VHI/SIDA) e pelo desenvolvimento rural e das mulheres. As emergências e os socorros às vítimas de desastres estão em quinto lugar nas atividades.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados