Página Inicial







Europa: Propostas para migração são bem acolhidas
14 de Maio de 2015

O Alto Comissariado da ONU para Refugiados (Acnur) elogiou as propostas da Comissão Europeia para lidar com os milhares de migrantes e refugiados que chegam ao continente pelo Mediterrâneo.

 

O anúncio foi feito na quarta-feira, 13 de maio. As propostas incluem medidas reforçadas para salvar vidas no mar, melhores mecanismos para permitir entrada legal na União Europeia de pessoas fugindo de guerras, e prevê uma redistribuição de refugiados.

 

As propostas também contêm medidas para abordar alguns dos fatores que estão a levar as pessoas às mãos do tráfico de pessoas, incluindo condições de desespero que muitos refugiados enfrentam em países de primeiro asilo e trânsito.

 

Segundo o alto comissário assistente da agência, Volker Turk, "os planos da União Europeia representam um grande avanço em termos de gestão dos fluxos de refugiados e migração".

 

Ele afirmou ser "extremamente importante e vital, para a finalidade urgente de salvar vidas, que estas medidas sejam acolhidas rapidamente e plenamente implementadas".

 

Segundo o Acnur, níveis recordes de deslocamento global a partir de guerras e conflitos na Síria, no Iraque, no Corno de África e em outras regiões da África subsariana, junto com a insegurança na Líbia e outros fatores, geraram um grande aumento no número de refugiados a tentar entrar na Europa pelo mar.

 

Um recorde de 219 mil pessoas atravessaram o Mediterrâneo em 2014 em barcos de traficantes e 3.500 morreram. Muitas dessas pessoas eram refugiados a fugir de guerras e perseguições.

 

Até o momento, em 2015, cerca de 62,5 mil pessoas fizeram a travessia e pelo menos 1,8 mil morreram.

 

Volker Turk afirmou que a solidariedade entre Estados-membros da União Europeia é a única forma de um problema desta natureza ser combatido". Ele disse que o Acnur está "muito satisfeito em ver esse princípio reconhecido nas propostas apresentadas nesta quarta-feira".



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados